PHPSimplex

Otimizar os recursos com Programação Linear



O que é Pesquisa Operacional?

A Pesquisa Operacional é uma disciplina moderna que utiliza modelos matemáticos, estatísticos e algoritmos para modelar e resolver problemas complexos, obtendo uma solução ótima e auxiliando a tomada de decisões. Esta matéria é chamada de Investigação Operacional (Portugal) ou Pesquisa Operacional (Brasil).

Atualmente, a Pesquisa Operacional inclui muitos ramos como Programação Linear, Programação Não-Linear, Programação Dinâmica, Simulação, Teoria das Filas, Teoria dos Grafos, etc.

Apesar do nascimento desta ciência se estabelecer durante a Segunda Guerra Mundial e seu nome ser devido às operações militares, as verdadeiras origens da Pesquisa Operacional estão localizadas muito longe no tempo: no século XVII (do ponto de vista matemático). Inclusive pode-se considerar que sempre houve o problema de fazer uso otimizado dos recursos disponíveis e que a humanidade tem lidado com isso ao longo de história. No entanto, o surgimento desta ciência foi devido principalmente à rápida evolução da informática, o que permitiu a resolução de problemas práticos e a obtenção de soluções que poderiam envolver um tempo de computação enorme tornando-os inviáveis.

Devido ao grande êxito obtido pela Pesquisa Operacional no campo militar, esta se estendeu para outras áreas como indústria, física, administração, computação, engenharia, economia, estatística e probabilidade, ecologia, educação, serviço social ... sendo hoje em dia utilizada praticamente em todas as áreas imagináveis onde se pretenda melhorar a eficiência (ver exemplos de casos reais e os benefícios do uso da Pesquisa Operacional).

Copyright ©2006-2017 PHPSimplex. Todos os direitos reservados. Termos e condições.
Siga-nos no Twitter
X

PHPSimplex
Versão 0.81

Copyright ©2006-2017. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por:
Daniel Izquierdo Granja
Juan José Ruiz Ruiz

Tradução para o Inglês por:
Luciano Miguel Tobaria

Tradução para o Francês por:
Ester Rute Ruiz

Tradução para o Português por:
Rosane Bujes